AMORES

Ovídio (43 a.C. – 17 d.C.) é o autor de Amores, em três livros, em latim. Mais que bimilenar, porém, como sói ocorrer àquelas que chamamos “clássicas”, é obra que persiste. Porque fala das diferentes formas desse sentimento que lhe dá título, no entanto, de um modo muito peculiar, de acordo com o fazer poético do gênero elegíaco, especificamente o da elegia erótica romana. Esta tradução, integral e em verso, é acompanhada de uma introdução e de um glossário para nos aproximar daquele mundo, ao passo que sua tradução é, afirmamos sem pejo, a voz dos Amores dita em nosso mundo. Nas palavras do professor doutor Raimundo Carvalho (UFES): “A poesia brasileira só tem a ganhar [...]. É incrível que só agora, em plena modernidade tardia, contamos com uma tradução poética integral de Amores. Enfim, a tradução de Guilherme Horst Duque, que tive a felicidade de acompanhar desde a concepção até a sua plena realização, nada deixa para trás, nem a rica complexidade de seu conteúdo, nem a elegância de sua retórica, tudo reinventado a partir de uma sensibilidade hodierna, através da recriação de um ritmo que não é o mesmo do original, mas que dele se aproxima pela alternância de esquemas métricos regulares, pelas figuras de som e pela paronomásia em geral.”

É assim que damos a público os Amores de Ovídio nos versos de Guilherme Duque.

Boa leitura!

AMORES

R$59,90Preço
  • LIVRO EM PRÉ-VENDA

    Lançamento previsto para primeira semana de novembro.

  • CARACTERÍSTICAS

    Tradutor: Guilherme Horst Duque

    Formato: 14 x 21 cm

    Edição: 1

    Ano: 2020

    Páginas: 260

    Acabamento: Brochura

    ISBN: 978-65-992498-0-8

     

    *Livro com fotografias

Social Midia Icons-02.png
Pilha de Livros
Livro Branco
Screen Shot 2016-11-03 at 11.25.02
Lendo na rede
Escrevendo_a_mão
Livro hearttt
LOGOS Família Arché-01.png
LOGOS Família Arché-02.png
LOGOS Família Arché-03.png

Onde a oralidade e a escrita se encontram.