CANDOMBLÉ EM TEMPOS DE CRISE

 

Pandemia. Palavra esta que, infelizmente, se tornou viral em 2020 e permite antever muitas das mazelas ocorridas e ainda por acontecer advindas da COVID-19. Neste cenário desolador, onde reinam doenças, mortes, desesperos e caos vários, qual seria e como seria o papel do Candomblé? Márcio de Jagun, babalorixá e ao mesmo tempo pesquisador, apresenta neste livro uma investigação sócio-histórica e também filosófica sobre questões de alta monta e norteadoras, não somente para os adeptos, mas para aqueles e aquelas que frequentam, chamados clientes, e em última instância a todos e todas que em seus destinos cruzaram com o Candomblé.

Onde estão os deuses e deusas neste momento? Por que permitiram que fôssemos acometidos por tal agrura? De portas fechadas, que contato podem ter os fiéis, os adeptos, com suas divindades? De que forma o Candomblé lida com as crises inacabadas, como o racismo, a homofobia, a xenofobia, e quais contribuições pode oferecer à sociedade? Como é possível encontrar no Candomblé explicações para a doença e

esperança no porvir? Márcio de Jagun dá essas e outras respostas, além de propiciar mais reflexões, com descrever a história do Candomblé, que é de resistência e já atravessou outras pandemias, e apontar caminhos para essa religião afro-brasileira face ao contexto pandêmico. 

Afinal, a crise é do Candomblé ou do ser humano? É o que se verá em Candomblé em tempos de crise: pensando a religião antes, durante e após a pandemia.

Boa leitura!

CANDOMBLÉ EM TEMPOS DE CRISE

R$64,90 Preço normal
R$58,41Preço promocional
  • CARACTERÍSTICAS

    Autor: Márcio de Jagun

    Número de páginas: 296

    Formato: 16 x 23 cm

    Ano: 2020

    Acabamento: Brochura

    ISBN: 978-65-990669-1-7

     

    * Livro com fotografias.

Social Midia Icons-02.png
Pilha de Livros
Livro Branco
Screen Shot 2016-11-03 at 11.25.02
Lendo na rede
Escrevendo_a_mão
Livro hearttt
LOGOS Família Arché-01.png
LOGOS Família Arché-02.png
LOGOS Família Arché-03.png

Onde a oralidade e a escrita se encontram.